5 Dicas para um plano de saúde barato

5 dicas para um plano de saúde barato

 

Quem quer cuidar da saúde sabe que não pode depender do sistema público por conta de sua ineficiência e defasagem, porém ter um plano particular de saúde pode sair caro. Por isso antes de contratar um plano de saúde é preciso levar em consideração diversos fatores como o valor, benefícios, e outras vantagens que ele pode oferecer.

 

Veja algumas dicas de como escolher o seu plano de saúde e conseguir pagar menos por um serviço de qualidade.

 

1 – Pesquise

 

Essa é uma regra básica que deve ser usada antes de adquirir qualquer produto. Vela e pena perder um pouco de tempo fazendo cotação em diversos locais e comparando os valores. Uma dica é utilizar a internet para fazer essa pesquisa, isso porque além de economizar tempo você recebe as propostas por escrito e não corre o risco de o corretor depois falar que não passou uma determinada informação.

 

2 – Conheça as suas necessidades

 

Antes de contratar o plano é preciso saber o que você vai precisar usar do plano. Por exemplo, considere de você pretende ter filhos, com que frequência vai a médico, se já possui alguma doença que tipo de tratamento precisa realizar, etc.

 

Conhecendo essas necessidades vai fiar mais fácil na hora de escolher o plano.

 

3 – Compare as coberturas

 

Esse é um grande ponto a ser observado e que muitas vezes as pessoas não dão a devida atenção. A cobertura corresponde ao serviço que você está contratando sendo que ele é que vai determinar o que você pode ou não utilizar no plano.

 

Por isso é preciso conhecer as suas necessidades e escolher o plano que possua tudo o que você precisa, assim não vai precisar pagar esses valores a parte.

 

4 – Confira as formas de reajuste

 

Hoje você está contratando o plano por um preço, porém em pouco tempo ele pode subir mais do que você esperava se não verificar todas as conduções de reajuste. Isso porque o reajuste pode acontecer de acordo com a faixa etária (quanto maior a idade maior o valor), por sinistralidade (de acordo com o uso do plano) e por reajuste anual.

 

Por isso e informe com antecedência para não ter surpresas desagradáveis

 

5 – Plano particular x plano coletivo

 

Na hora de contratar é possível fazer a adesão de forma individual, ou seja, a pessoa física vai fazer um contrato direto com a operadora do plano de saúde. O plano coletivo a adesão é feita por meio de uma empresa na qual a pessoa é funcionária ou então por meio de uma entidade de classe.

 

Os planos coletivos costumam ter um valor menor em relação aos planos individuais, isso porque normalmente as empresas arcam com uma parte do valor e como se trata de uma grande quantidade de adesão as operadoras costumam oferecer descontos.

 

Porém vale lembrar que para ter um plano coletivo é preciso estar ligado a uma empresa e deve se considerar a cobertura por ele oferecida, afinal de nada adianta pagar pouco por um plano que não atende as suas necessidades.

Cobrança de cheque caução em emergências hospitalares torna-se crime

Os senadores aprovaram nesta quarta-feira (9) o projeto de lei que impede hospitais particulares de exigirem cheque caução no atendimento de emergências médicas.

Leia mais...

O presidente da Unimed

O presidente da Cooperativa, Sizenando da Silva Campos Jr., prestigiou o evento competindo no percurso de 4 km, e ainda fez a saudação inicial aos atletas, desejando boa competição a todos. O Conselheiro Fiscal, Emílio Santana Martins Xavier Nunes, também esteve na prova. 

Leia mais...

Fale Conosco